segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Fiel a pé não terá acesso a templo da Universal

iurd templo novo
Fiel a pé não terá acesso a templo da Universal durante o 1º mês
Após quatro anos de obras que custaram R$ 680 milhões, o Templo de Salomão, construído no bairro do Brás, região central de São Paulo, pela Igreja Universal do Reino de Deus, vai ser inaugurado no dia 31 somente para convidados e autoridades.
O espaço de 100 mil metros quadrados também não tem data para ser aberto aos fiéis –quem quiser assistir aos cultos terá de pagar a passagem para a empresa de fretamento contratada pela Universal, ao valor de R$ 45 por pessoa, para quem mora na capital.
Após a publicação desta reportagem, a assessoria de imprensa da Igreja Universal entrou em contato com o UOL para esclarecer que a restrição ao “acesso ao Templo de Salomão é exclusiva para o período inicial de inauguração, que se encerrará dia 22 de agosto”.
De acordo com o texto, a decisão de limitar o acesso para quem fosse de ônibus “é fruto da cooperação da Universal com a administração municipal para que o funcionamento do Templo de Salomão não acentue o trânsito local”.
A nota termina dizendo que “o acesso ao Templo de Salomão é –e sempre será– gratuito e universal a todos que queiram ter seu encontro com Deus”.
Nesta quinta-feira (24), a cúpula da igreja promoveu uma entrevista coletiva em Santo Amaro, na zona sul, para explicar detalhes sobre o templo, o maior espaço religioso do país, quatro vezes maior do que o Santuário Nacional de Aparecida.
O local acomodará um público de 10 mil pessoas, sentadas. O ambiente é suntuoso, com mármore rosa italiano, 10 mil lâmpadas de LED e oliveiras importadas de Israel.
Autoridades
Para a inauguração do dia 31, autoridades como a presidente Dilma Rousseff, o seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, o governador Geraldo Alckmin e o prefeito Fernando Haddad são aguardadas para o evento.
“Teremos centenas de autoridades. Não temos um balanço dos nomes, mas a Dilma já se antecipou e declarou publicamente que estará presente”, disse Renato Parente, jornalista que apresentou os detalhes do templo.
Parente disse que nenhuma pessoa poderá entrar no templo por conta própria. Quem quiser, vai precisar contratar o serviço de fretamento feito por ônibus.
Para pessoas de outras cidades e Estados o valor da passagem ainda não foi estimado pela mesma empresa de ônibus, cujo nome não foi revelado.
“É um preço que será cobrado pela empresa de fretamento, não é da igreja. Não é um ônibus de linha normal, é turístico”, disse Parente.
O templo também vai ter um telão com 20 metros de comprimento (maior do que os telões dos estádios da Copa do Mundo) e 60 apartamentos para pastores convidados, além da residência oficial do pastor Edir Macedo, fundador da Universal.
A igreja também divulgou regras para o uso de roupas. Mulheres devem evitar o uso de minissaias e roupas curtas.
Para os homens, está vetado o uso de bermudas e de uniformes de clubes esportivos. Chinelos, camiseta regata, boné e óculos escuros também foram proibidos.
Extraído do site http://noticias.uol.com.br/ wm 26/07/2014

Nenhum comentário: