sábado, 5 de abril de 2014

O Movimento de Convergência


             O Movimento de Convergência

Arcebispo Paulo Garcia
A Igreja Episcopal Carismática faz parte do chamado Movimento de Convergência. Não somos uma dissidência, não nascemos de uma ruptura, mas de um retorno as raízes de um cristianismo plantado por Cristo. Nossa Igreja busca encontrar-se com os tesouros da tradição cristã, num mundo cada vez mais apático a eles, e ao mesmo tempo responder ao homem moderno com sua linguagem e aos seus dilemas.

O Movimento de Convergência, no qual estamos inseridos. É assim o retorno a fonte de água viva, na busca de matar a sede de um homem que vive de dilemas. É um sopro do Espírito Santo na história da Igreja Cristã, que sempre caminhou numa estrada de rupturas e isolamentos, a um retorno à unidade primeira.

Uma Igreja convergente não é uma Igreja Sacramental apenas, nenhuma igreja evangélica e tão pouco uma igreja. Somos um movimento que busca retornar essas três tradições bíblicas que permeou o inicio da Igreja, de uma forma relacional. Queremos integrar em nossas vidas o ser sacramental, evangélico e carismático. 

Há uma nova reforma acontecendo, por meio do Movimento de Convergência, essa agora de retorno a uma vida de plenitude desta Igreja cristã, antes das rupturas, a restauração de uma Igreja Apostólica, Santa, Católica e que vive toda a plenitude do Reino de Deus.

Assim o Movimento de Convergência é uma busca pelo renascimento de uma espiritualidade integral na vida da Igreja; 

Por meio de uma vida sacramental, que se relaciona com um Deus presente e mal na história e que nos deixou elementos e ritos que são expressões visíveis de sua presença invisível.

De uma vida evangélica, que compreende a necessidade do homem converter-se a Deus, por meio de Cristo e viver uma vida de relação com Ele através de sua palavra escrita, as Sagradas Escrituras. 

De uma vida carismática, que se situa na compreensão de que a presença pessoal de Deus em nossas vidas, através do Espírito Santo, é real e quer nos mover a uma vida de intimidade o Pai, por meio do Filho. O Espírito não é uma fonte de poder, mas de relação. Ser carismático é relacionar-se com a Trindade pelo Espírito Santo, aquele que distribui os dons e carismas ao corpo de Cristo, sempre na busca de edificar o corpo.

Essas três tradições andam juntas, tendo como centro de convergência uma vida litúrgica, pois é nela que se celebra o Deus Trino. Assim, o evangelical, o sacramental, e o carismático querem  nos levar a uma vida de intimidade e transformação em nossa relação litúrgica com o Deus Pai, criador; Filho, redentor; e o Espírito Santo, consolador, formando uma comunidade entre nós, seu corpo e Ele.

O Movimento de Convergência é uma convocação a um reavivamento de Deus em nossa Igreja, e nós da Igreja Episcopal saudamos esse reavivamento com júbilo.      

Nenhum comentário: