quarta-feira, 21 de março de 2012

SÊ TU UMA BENÇÃO


 

SÊ TU UMA BENÇÃO

Alguma vez você disse, ou ouviu alguém dizer frases semelhantes a estas, querendo justificar a si próprio diante de um erro ou uma negligência?

- “Se fulano fez, por que eu não posso fazer?” ou
- “Se fulano pode, por que eu não posso?” ou
- “Se fulano não faz, por que eu devo fazer?”

Isto pode ser o gatilho da arma usada pelo inimigo para lhe derrubar.
Ouve uma ocasião em que Deus deu a seguinte mensagem para Abraão:

Gênesis 12:2 - de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção!

Jesus escolheu doze discípulos. Um deles, representando quase dez por cento de todo grupo, não aproveitou nada do que Jesus ensinou, não aprendeu, não obedeceu, e por fim traiu o seu Mestre.

Agora imagine se qualquer um dos outros onze dissesse a Jesus:
- “Olha Jesus, Judas não lhe obedece, não aprende, não colabora, não trabalha, e é entre nós um peso morto. Se ele pode ser assim, por que eu também não posso? se ele não faz, por que eu devo fazer?”

Provavelmente Jesus citaria a Palavra de Deus dizendo: “Não olhe para Judas, SÊ TU UMA BENÇÃO”.

Jamais devemos nos apoiar nas atitudes de homens, se estas atitudes não condizem com a vontade de Deus.

Um bom exemplo a ser seguido é o do apóstolo Paulo, quando disse:

1 Coríntios 11:1 Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo.

Paulo tinha qualidades dignas de serem imitadas, situação totalmente oposta ao de Judas Iscariotes

Há alguém na sua comunidade digno de ser imitado? Imite-o superando as suas qualidades. Se ao contrário, ele for indigno, não o imite dizendo que se ele pode, fazer ou deixar de fazer, então você também pode. Lembre-se que o indigno pode se perder e se você o imitar, você também poderá se perder.

SÊ TU UMA BENÇÃO

A tendência do homem é olhar, julgar, criticar e até copiar o erro dos outros usando esses erros para justificar os seus próprios erros. –“Se ele faz, porque eu também não posso fazer?”

Dificilmente alguém observa as qualidades de seu semelhante procurando imita-las. Na verdade, deveríamos observar as qualidades dos outros procurando ser melhores do que eles, não com espírito de competividade ou de inveja, mas procurando a melhoria de qualidade da nossa própria vida.

Esta situação pode ocorrer em qualquer lugar, em casa, no trabalho, na escola, na igreja.

Imagine uma situação:
Você vê um irmão se esforçando para retirar o lixo que se acumulou na porta da igreja resultante de uma forte ventania que acabou de acontecer. Você vê também um outro irmão, em pé ao lado, apenas observando o primeiro trabalhar. E você? Qual seria a sua atitude? Se você está sentindo uma “leve preguiça”, irá dizer: -“Já tem alguém trabalhando, então não preciso me desgastar também”, ou –“Já tem um que está só olhando, então vou ficar olhando também”. Mas se você quiser SER UMA BENÇÃO, arregace as mangas e vá ajudar aquele que já está trabalhando.

A bíblia cita o exemplo de um rei que morreu sem deixar saudades. Quando partirmos, que possamos deixar saudades e muitos exemplos a serem seguidos.

2 Crônicas 21:20 Era ele da idade de trinta e dois anos quando começou a reinar e reinou oito anos em Jerusalém. E se foi sem deixar de si saudades; sepultaram-no na Cidade de Davi, porém não nos sepulcros dos reis

Não justifique o seu erro com o erro dos outros, nem tampouco fique alheio ao que acontece ao seu redor, mas

SÊ TU UMA BENÇÃO

Um comentário:

Raimundo Soares de Andrade disse...

Como é bom ser uma bênção. Abraços e obrigado por segui meu blog. Pr. Raimundo Soares de Andrade